A MELHOR DA HORA

JORNAL DA MONTEIRO 2ª EDIÇÃO

Paraíba não alcança meta de vacinação contra Gripe A e imunização segue até dia 26


Paraíba não alcança meta de vacinação contra Gripe A e imunização segue até dia 26

A Paraíba vacinou 430.314 pessoas contra a gripe, desde o início da 19ª Campanha Nacional de Vacinação Contra Gripe, no dia 17 de abril. Este número representa 46,5% do público-alvo, formado por 924.549 pessoas consideradas mais vulneráveis para complicações da gripe. A meta é vacinar 90% desse público (832.094 pessoas) até o dia 26 de maio, quando termina a campanha.

“É muito importante que quem está dentro dos grupos prioritários e ainda não tomou a vacina procure uma unidade de saúde para se imunizar. Muita gente deixa para a última hora e esta nunca será uma boa opção. A vacina é segura e tem o objetivo de reduzir as complicações que levam às internações e mortalidades decorrentes do vírus”, alertou a técnica do Núcleo de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Márcia Mayara.

Até então, o Estado já recebeu 971 mil doses da vacina e elas já foram encaminhadas aos 223 municípios para serem aplicadas. “A previsão é que a última remessa de vacinas chegue nesta sexta-feira à SES, totalizando 100% das vacinas necessárias para a campanha (um total de 1 milhão e 177 mil doses). Elas serão distribuídas o mais rápido possível para os municípios nesta reta final”, informou Márcia.

Desde o dia 17 de abril, a vacina contra a gripe está disponível nos postos de vacinação para crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores que são a novidade deste ano.

Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

Na Paraíba, entre os públicos-alvo, os trabalhadores de saúde registraram a maior cobertura vacinal: 56,64% deles já estão imunizados, seguido pelas gestantes (56,15%), puérperas (53,64%) e idosos (49,02%).

Os grupos que menos se vacinaram são crianças (40,33%), população indígena (46,08%) e professores (23%). Lembrando que cada um desses grupos precisa terminar a campanha com, pelo menos, 90% de cobertura vacinal.