PlayList

PlayList

Monteiro terá juiz do trabalho de plantão na próxima semana, informa TRT


Monteiro terá juiz do trabalho de plantão na próxima semana, informa TRT

A Corregedoria-Regional designou o juiz do trabalho Marcello Maia para atuar no Posto de Atendimento de Monteiro na próxima terça-feira (18) para atender aos advogados e partes interessadas nos processos trabalhistas.

A designação de um juiz pela Corregedoria é parte das ações que o Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região) está desenvolvendo na Semana Nacional da Execução Trabalhista, que acontecerá na próxima semana, de 17 a 21.

O evento é uma realização do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e tem como objetivo promover um engajamento nacional para solucionar processos com dívidas trabalhistas em fase de execução

Para a realização de audiências em Monteiro, os pedidos ainda podem ser protocolados e, havendo consenso entre as partes, basta comparecerem, independentemente de requerimento, no dia 18, das 9h às 15h. Essa medida objetiva o corregedor facilitar o acesso à Justiça e estimular a conciliação em processos em fase de execução daqueles que residem em Monteiro ou em cidades próximas.

Maiores devedores

O slogan da Semana Nacional da Execução Trabalhista deste ano é “A justiça só é efetiva quando realizada por inteiro”. Na Paraíba, o corregedor do Tribunal do Trabalho (13ª Região), desembargador Wolney de Macedo Cordeiro, sugeriu às Varas que, no período de 17 a 21 deste mês de setembro, acresçam às pautas de audiências regulares, para fins conciliatórios, processos em fase de execução, liquidados e que não foram pagos, preferencialmente em número não inferior a 15 por dia, após a necessária triagem básica para que resultados efetivos possam ser alcançados.

Deverão ser priorizados os processos dos maiores devedores; dos que estão com leilões marcados; os que se encontram em arquivo provisório e os com agravo de petição, aguardando prazo para resposta ou antes do envio ao TRT. O corregedor do TRT pede ainda o empenho absoluto dos juízes, titulares e substitutos, bem como dos servidores e que canalizem esforços para a realização de algumas atividades.